Qual é o estágio da sua equipe?

Todos sabemos a importância de uma boa equipe (ou time) para o sucesso da empresa e de cada um dos profissionais envolvidos, mas também sabemos que devemos buscar melhorar e aprender sempre, a fim de tornar a equipe cada vez mais sincronizada.

Conhecer bem a equipe é imprescindível para torná-la cada vez melhor, desenvolvendo os talentos individuais e coletivos, além de criar conexões verdadeiras, trazendo uma cultura de apoio mútuo entre todos.

No entanto, precisamos descobrir qual o estágio de maturidade e desenvolvimento que nosso time se encontra, para entendermos como apoiar esse crescimento e conseguir vencer os desafios que surgirem.

E aí? Você sabe qual é o estágio da sua equipe?

O Modelo de Tuckman diz que há quatro estágios em um time:

Forming (Formação)

É quando o time ainda está sendo formado. Nesse momento os membros do time estão gerando conexões entre si, tudo está tranquilo e favorável.

Storming (Confrontação)

O mundo real é mais complicado que a teoria, então prazos serão estourados, pessoas vão errar, o cansaço bate e aí os conflitos surgem.

Norming (Normatização)

O time conseguiu se entender depois do período complicado, padrões foram criados e houve uma evolução na equipe. Nesse momento há um nível mais elevado de confiança e compreensão entre as pessoas da equipe.

Performing (Performance)

Esse é o mundo ideal! O time se entende, os processos e padrões estão bem maduros e o entrosamento entre todos é melhor que a Seleção de 70. Quando o time chega nesse nível a qualidade das entregas é alta e a motivação e satisfação de todos está em patamares excelentes.

Chegamos no último estágio! Agora é só alegria né? #SQN!

O time passa por uma sequência clara de evolução e como tudo na vida não pode ficar parado, a alteração da composição do time pode levar (e normalmente leva) o time de volta para a fase de Forming, e tudo bem!

Agora é acompanhar essa nova formação do time e trabalhar para chegar ao Performing novamente!

Busque melhoria contínua sempre!

Leia também: Como integrar novos colaboradores à equipe?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *