Como dar feedback corretivo?

Falamos anteriormente sobre a importância do feedback e hoje vamos tocar em assunto muito delicado que é como dar um feedback corretivo.

Primeiramente, vale ressaltar que o feedback positivo é extremamente importante e se você não tem costume de fazê-lo, de nada adianta dar um feedback corretivo.

Feedback corretivo é quando o colaborador recebe a informação de que seus comportamentos não estão adequados e/ou não estão atingindo os objetivos propostos para seu cargo. É função do líder dar esse retorno aos colaboradores e é necessário fazê-lo, desde que da maneira correta.

O feedback é extramente necessário e importante! Só assim podemos crescer e melhorar. Procure utilizar técnicas de comunicação não-violenta, ser empático e apresentar alternativas para que a pessoa possa melhorar. Entenda que o feedback é para fazer a pessoa crescer, não é para atacar! Se você tiver essa postura a pessoa também entenderá que há um objetivo maior nesse feedback, e que isso pode ser positivo afinal!

Uma crítica mal colocada se torna uma agressão, por isso devemos ter cuidado!

Existem pessoas que lidam bem com críticas. Pessoas que entendem, analisam o fato e buscam melhorar. Por outro lado, existem pessoas que podem sofrer com uma crítica caso ela venha de forma muito dura.

Como fazer?

Seja claro e objetivo

Não faça rodeios ou tente elogiar apenas para amenizar a situação. O feedback positivo deve ser feito sempre e você pode começar por ele, mas nunca apenas para disfarçar sua intenção.

Seja direto e exponha, de forma positiva, o que precisa ser melhorado. Ressalte que a o objetivo do feedback é contribuir para o crescimento profissional e que acredita no potencial do colaborador para aprimorar seu trabalho.

Aplique comunicação não violenta

Não fale de forma rude, evite críticas e julgamentos.

Não basta apenas se expressar bem, é necessário saber ouvir o que o colaborador tem a dizer, mostre que ele é valorizado.

Seja impessoal

Passe a mensagem de forma profissional, nunca leve para o lado pessoal ou faça críticas de cunho pessoal. Deixe claro que as mudanças são necessárias para o desempenho da função na empresa.

Nunca dê feedback negativo na frente de outras pessoas

Elogie em público e corrija em particular. Um líder corrige sem ofender e orienta sem humilhar

Mário Sérgio Cortella

Exemplifique

É importante mostrar dados que o levaram a dar esse feedback e o que poderia ter sido feito diferente.

Determine metas

Não adianta ressaltar os pontos positivos e negativos do colaborador, mas não dar direção do que se espera e de para onde está indo. Mostre onde ele pode chegar e trace metas e objetivos claros e possíveis.

Aprenda a receber feedback

Mais uma vez ressalto a importância de ouvir. O colaborador com certeza também terá sua própria avaliação do líder e ela também pode ser positiva ou corretiva, mas não o pegue de surpresa! Marque uma reunião e dê tempo para que o colaborador possa se preparar para dar e receber o feedback.

Agora é com você!

Comece a praticar para que seja criada a cultura do feedback na sua empresa, e colha os ótimos resultados que isso trará! Sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *